Simulados do Enem VEJA.com – AppProva

Em parceria com a startup AppProva, VEJA.com realizará neste ano uma série de simulados on-line gratuitos que reproduzem fielmente a metodologia usada no Enem — incluindo a teoria de resposta ao item (TRI) na correção dos testes. As notas finais também obedecem a TRI, revelando o desempenho real dos participantes.

Datas e horários
A primeira prova será realizada entre os dias 26 e 28 de abril. No dia 26, às 13h, serão liberadas 90 questões de ciências humanas e da natureza; no dia 27, no mesmo horário, os 90 testes de matemática e linguagens — não haverá redação. O simulado será encerrado às 22h do dia 28. Os participantes terão 4 horas e 30 minutos para realizar a prova. Não é necessária inscrição prévia. Basta preencher, antes da prova, o cadastro em “Meu Perfil”, na barra lateral esquerda do AppProva.

As datas dos próximos simulados serão divulgados em breve.

Questões
Todas as questões do simulado são inéditas e foram elaboradas por professores do AppProva e do Colégio 7 de setembro, de Fortaleza, que figura na lista dos 150 melhores do país no ranking do Enem. A produção dos testes obedece à chamada matriz de referência, estabelecida pelo Ministério da Educação, que define habilidades e competências a serem aferidas.

Resultados, notas e análise de desempenho
Após cada simulado, os participantes receberão informações detalhadas sobre seu desempenho. Imediatamente após o fim da prova, eles poderão conferir o gabarito, com a indicação de erros e acertos. Dois dias depois, terão acesso a uma avaliação estatística da prova, que vai revelar como cada um se saiu em relação aos demais participantes e também segundo áreas, disciplinas, conteúdos e habilidades. Duas semanas após o simulado, serão divulgadas as notas finais dos estudantes, calculadas segundo a teoria da resposta ao item (TRI), usada pelo Enem. “Ofereceremos um raio-x da performance dos participantes, revelando pontos fortes e fracos. Isso permitirá que eles estabeleçam planos de estudo personalizados”, diz Matheus Goyás, diretor de estratégia do AppProva.

Fonte: http://veja.abril.com.br/appprova/?fb_action_ids=760774053942481&fb_action_types=og.likes